Skip to content

Tudo sobre a cabaré e artistas

Posted in Articles

O que? O Music- Hall: O termo “Music-Hall” significa na França, ao mesmo tempo um estabelecimento com shows de variedades (torres de canto, danças, revistas com grande show, números de circo, várias atrações) do que a forma, até mesmo mostrando esse tipo. do estabelecimento. A maioria das citações dos autores responsáveis por exemplificar estes dois aceitos na data da TLFI de volta a um período relativamente distante do nosso; Em particular, dizem respeito aos anos 1920-30 e anteriormente. Veja  e aqui  Um dançarino de revisão? Ver  o trailer dançarino (SE)? Veja  Um ChoreGraph? Veja  Cabaret Dance? Dança glamourosa, sexy, mas não vulgar, a dança de cabaré reúne vários gêneros. Assim, pode-se também praticá-lo com acessórios (como uma cadeira) que sem (como com o cancan francês). É praticado em casa em um contexto íntimo ou no palco, de acordo com os desejos. Esta dança é parte integrante do patrimônio cultural francês. Lido, Moulin Rouge e Crazy Horse: Os cabaretes representam a França e, mais particularmente, Paris, em todo o mundo. Veja  New Burlesque? A nova dança burlesca é uma mistura de dança e comédia, de cabares de Paris no início do século XX (Moulin Rouge, Folie Bergère ..). O burlesco desenvolveu-se fortemente nos Estados Unidos com o fenômeno de pinheiros dos 40 e os diretórios de Cabarets … Esta arte, dançou em ritmos de Bebop, shuffle, blues, jazz balanço, Nova Orleans cruzou as eras e retorna particularmente na moda Desde os anos 90. O “burlesco” é um termo inventado pelos americanos para designar os shows de descascamento francês que ocorreram nos cabarés conhecidos do Belle Epoque. Não confunda com o termo francês “burlesco” que define um registro cômico e absurdo. Originalmente, esta arte de decapagem é praticada em cabaretes franceses como o sofá japonês, o pastor de ferries ou o gato preto, mas não suporta o nome de burlesco. Faz parte dos shows mundanos ou as revistas do Music – Hall se misturam com números de palhaço, circassianos, de onde o lado “burlesco”. Stripping Burlesque? Nada vulgarmente, em contrário, glitter, frou-frou, penas … Universo cabaret, atmosfera chique & glamour … Pin-up Attitude … Dança, Teatro, Comédia , Circus … Bem-vindo onde tudo é permitido. O novo burlesco ou a despensa burlesca é uma disciplina completa que combina desempenho artístico e emancipação do indivíduo-e-s. Os corpos são desnudados – nunca revelar suas curvas, seus ativos carnais e sensuais, suas peculiaridades, suas imperfeições. Porque fora dos padrões, longe das convenções, os artistas assumem e afirmam sua feminilidade exacerbada e exagerada, de qualquer forma, pois ouvem-se com o bilhete e o orgulho, com sensualidade e estética. A mensagem: Todos os corpos são lindos. Um discurso feminista. Veja  e aqui  um pin-up? Termo de origem americana (filha um pino, cuja fotografia de parede é definida). O fenômeno da menina pin-up está se espalhando nos Estados Unidos desde os quarenta e rapidamente venceu o mundo. As fotografias de Pin-up obedecem a regras específicas para o ponto que se pode dizer que a individualidade de cada foto é produzida pela variação e combinação de três elementos retóricos: o corpo, o traje e a postura. O pin-up é um corpo, sua foto representa e erotece o corpo feminino como codificado pelo cinema, publicidade e toda a Massadia. É, portanto, um sinal de corpo puro, onde os canhões formados pela moda. Veja  O que é um artista profissional? Um amador? Artista profissional e artista amador são definições que erroneamente dividem os profissionais da expressão artística. É importante lembrar que o artista profissional se destaca acima de todos os amadores pelo status. Ser um artista é assumir um trabalho real. Isso não é mais criar um hobby, mas se registrar em uma escolha de vida que permite alimentar reflexões intelectuais e estéticas. E embora muitos artistas tenham a necessidade de encontrar empregos de alimentos, o artista profissional tem o único propósito apenas para viver no que acontece, para alimentar sua abordagem e criar sem restrições sem restrições financeiras. O que é perturbador com a formulação de artistas amadores, é a imagem pejorativa que este termo dá origem. É, em última análise, desvalorando nem para a própria pessoa ou para o trabalho. É para indicar “no pior” que o trabalho implementado não responde a uma abordagem, nem para uma pesquisa precisa, e que o artista em questão não faz sua expressão uma prioridade financeira. Seja amador não significa ser pior do que o artista profissional, nem não sabe se mover.É sobre se aproximar da arte de uma forma mais pessoal, sem se registrar no Golfo Caico de Reflexões sobre o Mundo da Arte. Muitos aspirantes e poucos funcionários eleitos … apesar da precariedade à qual são na maior parte, o intermitente do show vive sua arte intensamente … Não é necessário fazer uma escola de arte para se tornar artista, assim como é possível ser um artista profissional sem ser reconhecido. A diferença real pode ser em questão: o artista profissional não pretende fazer mais nada de sua vida, apesar da precariedade a que eles são na maior parte. Veja  Um espetáculo intermitente do show vital? Veja  A denominação atual “intermitente” abrange diferentes realidades legais. Por um lado, os “intermitentes” são artistas ou técnicos do show que são contratados sob um contrato de trabalho a termo fixo “de uso”. De fato, a regra da França é o contrato com duração indefinida. Para algumas profissões, é costume usar o contrato de prazo fixo. Este é o caso dos técnicos e artistas do show. São frequentemente status e dieta confusos. A intermitência é um trabalho específico para os artistas ou mostra técnicos (Anexos XIII e X Pôle Emploi.) Veja , e onde é o guso? O Guso, a loja única do show ocasional. É uma organização estatal que permite que os empregadores intermitentes ocasionais (incluindo indivíduos) façam de uma vez todas as abordagens relacionadas à contratação de um intermitente. Veja 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *